O Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados foi criado por directriz do Conselho das Comunidades, de 10 de Dezembro de 1987, e é enquadrado por vários Regulamentos Comunitários.

Os produtos colocados à disposição deste Programa, têm origem nos excedentes provenientes da União Europeia e são distribuídos pela população mais necessitada, ou seja, famílias carenciadas com rendimentos insuficientes para satisfação das necessidades essenciais, nomeadamente, famílias monoparentais ou com desajustamentos graves, por motivos de desemprego, alcoolismo, deficiência ou outras.

Além destas, ainda são abrangidas pessoas em situação de marginalidade ou exclusão social, designadamente jovens e idosos.

A Fundação COI candidatou-se ao Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados, como entidade Beneficiária e Mediadora, para as freguesias de Pinhal Novo e Poceirão.

Como Entidade Mediadora, a Instituição distribui produtos alimentares a famílias beneficiárias de Rendimento Social de Inserção e as famílias de acção social sinalizadas pelo Gabinete Social, cujas crianças/ jovens se encontram inseridos nas nossas valências.